segunda-feira, 2 de abril de 2012

Dona agredida pelo seu próprio gato durante exame pede danos morais contra a veterinária


O inusitado caso ocorreu em São Paulo, quando a médica veterinária realizava os exames do gato junto à dona do animal, inclusive com a coleta de sangue. Naquele momento houve a agressão à sua proprietária.

       
Inconformada, ela ajuizou ação de indenização de danos morais contra a profissional. Segunda a autora da ação, a médica veterinária que atendeu o animal mostrou se incompetente na medida em que não adotou providências, notadamente técnica para conter a sua agressividade.

Na fundamentação do Relator, as circunstâncias ambientais já provoca o estresse e assusta o animal com mais intensidade do que os humanos, pois, o irracional não sabe nem onde está.

Médico veterinário condenado à indenização por cirurgia realizada no fundo da casa 

 

O ataque se deu logicamente por defesa natural, algo normal para o animal, pois, a reação não é tão previsível quanto ao humano, que é racional em sua conduta. Portanto, não há que se falar que a causa da lesão na dona da dona do animal esteve relacionada à conduta da médica veterinária. A profissional atendente nada podia fazer para conter a volúpia irascível que acometeu o inofensivo felino, concluiu o magistrado.

Assim, foi julgado improcedente o pedido de indenização por danos morais da dona do animal

TJSP – A.C. N" 7 322 107-1 - SÀO PAULO


MAIS INFORMAÇÕES:


TAPA EM ANIMAL NÃO GERA INDENIZAÇÃO AO MÉDICO VETERINÁRIO

 

 Prontuário da clínica salva médico veterinário de indenização

 

Divulgação inverídica via internet contra conduta veterinária gera indenização de 100 salários mínimos

 

 



Nenhum comentário:

Postar um comentário