quarta-feira, 8 de fevereiro de 2012

MPDFT pede que morte de égua no Guará II seja investigada

O Ministério Público do Distrito Federal e Territórios (MPDFT) determinou a apuração do atropelamento de uma égua na Avenida Contorno, no Guará II. O acidente aconteceu na manhã da última sexta-feira (3/2). A investigação ficará a cargo da Delegacia Especial do Meio Ambiente (Dema).
O animal morreu a caminho do Hospital Veterinário da Universidade de Brasília. A égua agonizou por mais de três horas, antes de ser socorrida pela Zoonoses. Na tentativa de diminuir o sofrimento do animal, algumas pessoas que passavam pelo local pararam para jogar água no bichinho.

Os indícios de sofrimentos causados ao animal e a possível prática do crime de maus-tratos, levou o MPDFT a solicitar a investigação do caso.

Entenda o caso

Segundo informações da polícia, a carroça se chocou contra um carro quando saía de uma obra, na Avenida Contorno do Guará II. O motorista não teve ferimentos. O carroceiro, no entanto, sofreu escoriações na cabeça e foi encaminhado, pelo Corpo de Bombeiros, ao Hospital de Base de Brasília, sendo liberado em seguida.

A Polícia Militar chegou ao local e chamou a Zoonoses, para realizar o atendimento ao animal, que estava caído no asfalto, mas ainda com vida. No entanto, o socorro à égua não pode ser feito até a chegada dos peritos da Polícia Civil.
 

Nenhum comentário:

Postar um comentário