sexta-feira, 27 de janeiro de 2012

“Você vai deixar meu cachorro morrer?”

“Você vai deixar meu cachorro morrer?”

       Traduzi esse texto por acreditar que ele servirá de consolo para muitos médicos veterinários brasileiros, que encaram o calote e a “culpa” de não tratar um animal gratuitamente diariamente. Embora o texto tenha um ponto de vista norte-americano, é sempre interessante desmistificar a aura de “supervalorização” que o médico veterinário tem em países de primeiro mundo.
- Shand Lenim, diretor do blog Animal Marketing


      Hoje minha sócia consultou um animal que estava em péssima forma: dor no abdomen, letárgico, incapaz de urinar ou defecar, e de modo geral não muito bem. Ela encontrou uma massa firme no abdomen, e o cão aparentemente tinha comido parte de um osso de bife. Entretanto, a massa era maior do que o tamanho do osso, então ela sabia que estava acontecendo algo a mais. Por ser uma ótima doutora, ela obviamente desenhou um plano de terapêutica que começava a partir de radiografias.
     Como comumente acontece, os clientes disseram que não poderia arcar com despesas, e que na verdade tinham vindo à nossa clínica porque não tinham $100 para entrar na porta de uma emergência.        Demos as informação necessárias para o CareCredit (sistema de plano de saúde particular nos EUA), e os clientes foram recusados. A doutora já não tinha muitas opções nesse instante e comunicou isso aos clientes. A resposta deles?
“E aí, você vai deixar o meu cachorro morrer assim?” seguida por “que veterinário não aceita parcelamento?”
Sério?
       E essa não é a primeira vez que presenciei esse tipo de atitude e comentário. Muitos clientes pensam que é nossa obrigação tratar animais e fazer cirurgias, mesmo se o cliente não tiver como pagar. Afinal, se realmente amássemos animais seguiríamos em frente e faríamos tudo (outro comentário que já ouvi antes). Se o cliente não pode pagar e nos negamos a tratar de graça, de alguma forma somos quem está deixando o animal morrer, e não o cliente. É nossa culpa se não dermos centenas ou milhares de dólares em serviços, mas não é culpa dos clientes que eles não possuam economias em uma poupança ou que estejam com o nome tão sujo na praça que não podem assumir um parcelamento.
        Acredito que muitas pessoas não percebem que não podemos operar uma clínica veterinária sem cobrar. Há tantas coisas pequenas que as pessoas nunca pensam sobre…folha de pagamentos, aluguel, equipamentos, seguros, impostos, indenizações trabalhistas, e dezenas de outros itens que rapidamente se acumulam e levam o lucro embora. Nós como veterinários temos nossas próprias contas, empréstimos e outras dívidas, assim como famílias para sustentar. E a maioria dos veterinários não dirige uma BMW ou um Lexus, morando em casas de 1000m². Se prestarmos serviços gratuitos demais, não podemos pagar nossas contas. Se acumularmos contas, precisamos demitir funcionários, cortar serviços e eventualmente vamos falir. Na verdade, essa prática de descontos é a razão número um da falência de clínicas veterinárias, e é muito mais comum do que qualquer um fora da profissão imagina.
      Também não é sensato para a maioria dos veterinários criar o seu próprio sistema de crédito. Já vi isto sendo feito, e na maioria das vezes os clientes fracassam em pagar apropriadamente. Consultores de clínicas rotineiramente dizem que isto é uma má idéia para veterinários. E se alguém não tiver dinheiro para cartões de créditos ou CareCredit, isso significa que a sua renda e habilidade de pagar dívidas está abaixo de padrões aceitáveis. Em outras palavras, são de alto risco. Então por que o veterinário deveria arcar com esses riscos? Sei que todos dizem “oh, não se preocupe, eu sempre pago em dia”. Pode me chamar de cínico, mas na minha própria experiência isso é raro. Por isso que a maioria dos veterinários não aceita esses pagamentos, especialmente de clientes em primeira consulta (que era o caso desse cão).
       Então o que acontece nesses casos? Infelizmente, o animal sofre. Mas quem é responsável pelo cuidado com o animal? É o proprietário, e não o veterinário. O veterinário é o agente de tratamento, mas podemos apenas fazer recomendações. É o cliente que em última análise concorda com o tratamento, e o cliente é também em última análise o responsável pelo bem-estar do animal. Se o cliente não pode pagar, simplesmente não é culpa ou responsabilidade do veterinário. E a maioria de nós aprendeu a não deixar o cliente nos fazer sentir culpa, a ponto de nos induzir a tratar mesmo assim.
        Nesse caso os clientes tinham dinheiro suficiente para a eutanásia, que foi a melhor decisão se eles não podiam arcar com nenhum diagnóstico ou tratamento. O cão não precisava sofrer por tanto tempo.
       É tudo responsabilidade pessoal, gente. Algo que penso que a maior parte da sociedade americana esqueceu. Muitas pessoas querem culpar outras por seus fracassos e situações difíceis, quando na grande maioria das vezes a culpa é apenas dessas pessoas. Elas precisam assumir responsabilidade por suas ações, e pelo cuidado a pessoas e animais confiados a elas.
- Postado por Chris Bern, DVM
Traduzido e adaptado de A Vet’s Guide to Life.
FONTE: Animal Marketing

94 comentários:

  1. A melhor maneira de expressar o ponto de vista, adotou/comprou, é sua responsabilidade, se não puder arcar com os custos de ter um animal, não tenha. Não transfira para o médico veterinário, uma culpa que é pura e exclusivamente sua.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Concordo. Conheço protetores que pedem vacina grátis porque é mais fácil doar o animal. Quem não pode pagar uma vacina ou não está disposto a isto, não deve adotar.

      Excluir
    2. Minha cachorrinha adoeceu e entre consultas, medicações e exames já vamos gastando muito dinheiro, só por uma consulta, o médico veterinário cobrou 180 reais, e o que ele fez foi só dar uma olhadinha nela, nos exames e dizer que era caso de cirurgia... Ahh que ia custar os olhos da cara! Depois ele sentou e foi olhar seu zap muito friamente. Concordo que todo bom profissional se valorize porque estudou, mas que ele também entenda que é preciso que se cobre um valor justo, porém acessível, coisa que não tenho visto nesta minha luta em tratar a minha bichinha. Por isso decidi que não criarei mais nenhum, pois além de se apegar como um membro da família, você sofre junto com eles quando adoecem e gastasse muito com tratamento, não é fácil encontrar locais que ofereçam atendimento gratuito, pelo menos não onde moro, e para finalizar, é bom rezar muito para encontrar um profissional sério, porque honestamente, senti que fui enrolada algumas vezes.

      Excluir
    3. Me desculpe, mas vc optou por procurar este profissional sabendo quanto custa a consulta então sabia que pagaria tal valor. Existem sim, médicos veterinários praticando valores mais baixos de consulta que variam com o local em que a clínica se situa e isso sim, influencia no valor da consulta. Sabemos que aluguel de imóveis variam de acordo com as regiões. Vale a pena pesquisar, não apenas valores, mas também pegar a indicação de um veterinário de confiança de alguém que você conheça. Abraço!

      Excluir
    4. O único problema e que nosso pais esta um porcaria por causa de pessoas como vcs que olham somente pro seu umbigo e não conseguem ver que o animal também não tem culpa de ser largado na rua.conheci muitos com esse égo que hoje são cobrcausada vida.a velhice vem e dai vcs vão ver oque é ficar vulnerável e sem ninguém pra estender a mão.e o dinheiro?o dinheiro vai pagar o cuidador ou a cuidadora que vão desejar vc ali só por causa do salário.ai eu pergunto quem são os animais por que só quem tem amor de verdade sabe oque e perder um animalzinho que muita das vezes estão valendo mais que um ser humano.

      Excluir
    5. Peguei meus animais na rua, por questões econômicas não deveria mas fiz por piedade, quando adoecem não posso leva-los à veterinários porque não tenho condições, você não deveria acusar essas pessoas que não possuem dinheiro pra ajudar seus animais.

      Excluir
    6. Moça, vc acha caro pagar uma consulta veterinária de 180 reais? muita gente pensa assim, no entanto essas pessoas que pensam dessa forma não se dão conta de que um veterinário estuda por baixo 5 anos, fora os valores que paga em especializações, residencias, mestrado, doutorado, enfim, quaisquer que sejam suas despesas para com a educação continuada.. o médico veterinário é um profissional assim como o médico de humanos, mas não é valorizado como tal e por sinal é obrigado a saber bem mais do que eles.. alem do que médico veterinário também cuida de gente, pois ele está relacionado às areas da alimentação, zoonoses etc... saiba que o médico veterinário tambem possui contas para pagar, principalmente os que possuem clinica e que aparelhos, medicamentos e funcionários são caros e que nem por isso ele vai ter que deixar de ganhar.. amor? todos os veterinários devem ter pelos animais, mas não são obrigados a atender clientes que muitas vezes possuem poder aquisitivo, "consideram seu animal de estimação" como ente da família mas não querem pagar pelo tratamento do animal.. tenho dito!

      Excluir
  2. Como a nossa profissão é difícil...Todos os dias temos que enfrentar milhares de pessoas nos criticando por não fazermos nosso trabalho gratuitamente ou "por amor". Falam que somos "mercenários", sendo que, na maioria das vezes, possibilitamos o tratamento de menor custo possível. Isto me fez desistir da carreira clínica, porque sei que terei que me sustentar com amor, pagar minhas contas e funcionários com amor e claro, sustentar um abrigo gigantesco com amor também - já que terei que resgatar todos os animais de rua, segundo o público em geral. Hoje em dia mudei meu projeto profissional. Eu simplesmente não tenho mais cabeça nem paciência para poder me impor sobre essas opiniões alheias.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Creio que não seja necessário fazer o serviço de graça ou por amor. Basta cobrar um valor justo que a população possa arcar. Se eu tenho uma baixa renda, eu tenho direito de amar e querer ter um bixo de estimação.E com esse amor eu gostaria que ele tivesse um tratamento adequado. Porém com os valores absurdos que os veterinário cobram isso fica inviável. Repito, não estou falado pra tratar de graça, porém se tivesse um preço mais acessível com certeza as pessoas de baixa renda também poderiam pagar. Funciona o mesmo com a pirataria, eu gosto de uma banda, porém um CD original daquela banda custa 130. Mesmo amando aquela banda eu não tenho condições de comprar algo tão caro, aí parto pra pirataria. E como funciona, se tivesse um preço justo não teria o pq de comprar um produto pirata. Mesma coisa funciona com veterinário. Acho um absurdo pagar 150 reais só pra olhar o Pet. "Ah, mas eu estudei anos pra ter esse conhecimento", ótimo, precisamos de pessoas assim, com experiência e conhecimento. Mas não justifica cobrar um valor absurdo.

      Excluir
    2. Creio que não seja necessário fazer o serviço de graça ou por amor. Basta cobrar um valor justo que a população possa arcar. Se eu tenho uma baixa renda, eu tenho direito de amar e querer ter um bixo de estimação.E com esse amor eu gostaria que ele tivesse um tratamento adequado. Porém com os valores absurdos que os veterinário cobram isso fica inviável. Repito, não estou falado pra tratar de graça, porém se tivesse um preço mais acessível com certeza as pessoas de baixa renda também poderiam pagar. Funciona o mesmo com a pirataria, eu gosto de uma banda, porém um CD original daquela banda custa 130. Mesmo amando aquela banda eu não tenho condições de comprar algo tão caro, aí parto pra pirataria. E como funciona, se tivesse um preço justo não teria o pq de comprar um produto pirata. Mesma coisa funciona com veterinário. Acho um absurdo pagar 150 reais só pra olhar o Pet. "Ah, mas eu estudei anos pra ter esse conhecimento", ótimo, precisamos de pessoas assim, com experiência e conhecimento. Mas não justifica cobrar um valor absurdo.

      Excluir
    3. "Minha cachorrinha adoeceu e entre consultas, medicações e exames já vamos gastando muito dinheiro, só por uma consulta, o médico veterinário cobrou 180 reais, e o que ele fez foi só dar uma olhadinha nela, nos exames e dizer que era caso de cirurgia" Essa "olhadinha se chama consulta, se foi um bom profissional, ele auscultou pulmão, coração (todos os campos e bulhas), aferiu temperatura, avaliou hidratação mucosas e, com auxilio dos exames deu um diagnóstico. Passamos, no mínimo 05 anos de faculdade (quando não fazemos residência e/ou pós graduações) para aprender a dar um diagnóstico correto, investimos muito tempo e dinheiro na nossa formação profissional (é uma profissão, nosso ganha pão) então temos todo o direito do mundo de cobrar pelo serviço prestado. Se o sr(a) não quiser pagar, pode procurar outro profissional mais barato, mas este também cobrará.
      "...cobre um valor justo, porém acessível, coisa que não tenho visto nesta minha luta em tratar a minha bichinha."
      O sr(a) sabe o quanto pagamos de ISS, CRMV, impostos, medicações, aluguel do ponto comercial, produtos descartáveis, desinfetantes, água, energia? Quer um valor justo, cobre que nosso país não sobretaxe tudo que precisamos usar, porque para nós, veterinários, até as seringas saem mais caro do que para um hospital humano.
      "Por isso decidi que não criarei mais nenhum, pois além de se apegar como um membro da família, você sofre junto com eles quando adoecem e gastasse muito com tratamento," melhor assim, se não pode arcar com os gastos de um animal, não tenha.
      "não é fácil encontrar locais que ofereçam atendimento gratuito, pelo menos não onde moro," Os médicos e hospitais que atendem pelo SUS não fazem nada de graça, são pagos pelo governo. Porque nós, veterinários temos que fazer de graça? Por que a população não cobra do governo um plano onde o veterinário receba por seu TRABALHO (sim, é um trabalho, uma profissão, como todas outras) e o proprietário não precise arcar com os custos???

      Excluir
    4. O valor dos R$150 é mais que justo se vc parar para pensar que se paga taxas ao CRMV para funcionar, impostos, aluguel, funcionário... e por aí vai.... só olhar seu animal? É preciso muito estudo para saber quais exames pedir, qual diagnóstico dar, qual medicamento prescrever....se vc acha que é só olhar.... melhor não ter animal de estimação mesmo..... pq vc não sabe valorizar a saúde dele!

      Excluir
    5. Seus médicos do carai se vcs sabem q e assim,porque fazem curso d medicina veterinária

      Excluir
  3. Me desculpem, mas não concordo em nenhum ponto dessa postagem. Vou explicar porque, e para tanto, vou equiparar médicos e veterinários, assim como equiparo um animal de estimação um membro da família.
    Assim, os médicos e veterinários tratam com vidas, e com vidas não se brinca, ninguém pediu para vocês serem médicos ou veterinários, se formaram nessas profissões ou por amor ou por terem em vista ganhar dinheiro, aqueles que fazem por amor sabem que o primeiro pensamento pensamento de um médico ou veterinário é salvar a vida, inclusive por lei, depois se veja a cobrança e sua remuneração que é muito justa. Tenham certeza que vocês, e não é obrigatório SALVAR, mas se ESFORÇAR PARA SALVAR, serão remunerados pelos serviços que prestaram, seja de forma parcelada ou a vista, mas ninguém, em sã consciência, deixa de pagar aqueles que se esforçaram para salvar a vida de que se ama, seja gente ou animal. Sou advogado e sei o que vocês falam, pois tenho diversos clientes que "sumiram" depois de ganho o seu direito, mas eu tenho a sensação de dever cumprido e o meu pagamento, uso de meios legais para cobrá-los, e digo, não é fácil, mas o meu trabalho é feito, o que me faz feliz e orgulhoso... aos que dão calote, além de serem cobrados pelas vias legais, existe o ditado que, aqui se faz, aqui se paga... abraços.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Alex, o que você faz da sua vida?? Na sua profissão você trabalharia de graça, se uma pessoa não tivesse condições de pagar?? pense nisso!

      Excluir
    2. infelizmente o assunto do post não se trata de um SUS, em muitas vezes (como seria o caso desse cãozinho) é utilizado um processo caro com cirurgias, medicamentos, internação, e quem fica com o prejuízo? O veterinário que está lá pra ser pago e não pagar , ou o dono do cachorro que quis ter um animal sem mesmo ter dinheiro pra poder banca-lo (oq ocorre e muito hoje em dia), é complicado falar de um assunto delicado desses sem levar pelo lado emocional, as pessoas são medicas, veterinárias, enfermeiras por profissão, não para serem heroínas salvando o dia sem ao menos salvar o dela.

      Excluir
    3. Sr. Alex discordo totalmente com o seu ponto de visto, o artigo levantou a questão do por que cobrar e de recusar atender. Sim, juramos, como médicos veterinários, a utilizar nosso conhecimento em pro da saúde animal, mas não samos responsáveis pelo animal e sim o dono ou responsável pelo mesmo. Como profissionais liberais e outros como donos de estabelecimentos veterinários, temos custos e obrigações que devemos honrar como pagamento de impostos, taxas, fornecedores de insumos e materiais, folha de pagamentos de funcionários, aluguel, entre outros, fora as obrigações legais das legislações federais, estaduais, municipais e de classe que regem a profissão de médico veterinário, e isto tem um valor monetário alto. Além de que, temos nossos gastos pessoais, pelo menos nas necessidades básicas de moradia, alimentação, saúde e educação. Por isso tenho o direito de me recusar a atender quem não possa com os custos inerentes ao meu trabalho. Não sou mercenário, somente um profissional espoliado pela alta carga tributária que minha profissão é submetida.

      Excluir
    4. Posso falar por atender inúmeras pessoas que não tinham dinheiro para arcar com os custos do atendimento e, ao serem informadas que deveriam se dirigir à Universidade que temos na cidade e faz atendimento gratuito, me falavam: Mas é muito complicado de conseguir vaga lá, tem que chegar muito cedo. Como é que eu vou levar ele lá?!
      E aí? Eu que tenho que arcar com os custos? Ou tenho que levar o cidadão pra Universidade depois de acordá-lo cedinho com uma xícara de café na mão? Responsabilidades... cada um tem que lembrar qual a sua.

      Excluir
    5. Completamente distorcida a visão do Sr. Alex. A comparação dele é falsa, pois ele tem meios legais sem arcar com custos caso um cliente não pague. O veterinário, além de não receber o devido por seu trabalho, teria que pagar um advogado, que assim como qualquer profissão merece o dinheiro fruto do seu trabalho, porém, iria ter despesa dupla e não seria pouca coisa, para provavelmente não receber um tostão - qual a taxa de sucesso de um advogado contra seu cliente inadimplente, que provavelmente já é inadimplente em bancos e em outros comércios? Ainda, possivelmente o ponto mais importante, é praxe os advogados consultarem a situação financeira do seu cliente antes de assumir a causa, assim como os veterinários, a diferença é que em poucas horas o seu possível cliente não irá sofrer e morrer, facilitando a recusa, ou você iria aceitar uma causa onde seu cliente, desde o início afirma que não tem dinheiro para pagar seus honorários?
      Talvez o Sr. Alex irá advogar para que o veterinário procure a defensoria pública, caso não queira arcar com os custos dos honorários? Seria, da mesma forma, um conselho vazio, pois por essa via, talvez o veterinário perca ainda mais dinheiro, tendo em vista as horas que iria esperar ser atendido por um profissional que já está completamente sobrecarregado.
      Para um advogado, parece entender pouco dos meios para um não operador do direito obter sucesso no judiciário ou está mascarando um outro tipo de defesa.

      Excluir
    6. Completamente distorcida a visão do Sr. Alex. A comparação dele é falsa, pois ele tem meios legais sem arcar com custos caso um cliente não pague. O veterinário, além de não receber o devido por seu trabalho, teria que pagar um advogado, que assim como qualquer profissão merece o dinheiro fruto do seu trabalho, porém, iria ter despesa dupla e não seria pouca coisa, para provavelmente não receber um tostão - qual a taxa de sucesso de um advogado contra seu cliente inadimplente, que provavelmente já é inadimplente em bancos e em outros comércios? Ainda, possivelmente o ponto mais importante, é praxe os advogados consultarem a situação financeira do seu cliente antes de assumir a causa, assim como os veterinários, a diferença é que em poucas horas o seu possível cliente não irá sofrer e morrer, facilitando a recusa, ou você iria aceitar uma causa onde seu cliente, desde o início afirma que não tem dinheiro para pagar seus honorários?
      Talvez o Sr. Alex irá advogar para que o veterinário procure a defensoria pública, caso não queira arcar com os custos dos honorários? Seria, da mesma forma, um conselho vazio, pois por essa via, talvez o veterinário perca ainda mais dinheiro, tendo em vista as horas que iria esperar ser atendido por um profissional que já está completamente sobrecarregado.
      Para um advogado, parece entender pouco dos meios para um não operador do direito obter sucesso no judiciário ou está mascarando um outro tipo de defesa.

      Excluir
    7. Tema difícil, e como veterinário é difícil também de responder. Mas Ao Sr. Alex... já que comparou médico humano com médico veterinário.
      Se você chega na clínica veterinária com seu animal, 90% dos veterinários irão de alguma forma ajudar o animal caso o Sr. for realmente pobre. Agora o Sr. pobre e vai a uma clínica humana, se não tiver convênio que custeia 100%, você não tinha 80 reais por exemplo para uma consulta veterinária, você não terá 400 reais para uma consultamédica, ou seja, você vai morrer, já que o SUS dificilmente salvará... conclusão: A sua vida vale ouro (correto?) a do seu cão não (para você). Você descobre que tem um problema sério e precisa de cirurgia: Vc vai se endividar, pedir dinheiro nas ruas, fazer coxinha e vender, pintar guarda napo para conseguir pagar a sua vida.
      Já do seu animais, você vai xingar o veterinário, vai difamá-lo no facebook, vai chamar o jornal e dizer que ele se recusou a fazer a cirurgia pq voce nao quis pagá-lo.

      Amo a clínica, mas hoje estou na saúde pública, pois também é uma área que precisa de muita ajuda.

      Excluir
    8. É triste ter que ler uma opinião desta! E ainda quer comparar Médicos humanos com Veterinários... Só pode ser sacanagem!

      Excluir
    9. concordo plenamente com o Sr. Alex... primeiro salvar uma vida...depois a cobrança

      Excluir
    10. Se pegou um animal para cuidar, o fez por opcao e esta opcao precisa ser consciente sabendo das responsabilidades que virao: consultas, vacinas, possíveis tratamentos de doencas (que poderao variar de superficiais a graves). Acho excelente comparar com a medicina humana, pois concordo ... é exatamente igual. Se voce tem dinheiro e PODE pagar um plano de saúde voce vai a um hospital particular e SEU plano pagará aos médicos; se voce nao tem dinheiro vai recorrer ao SUS. Na medicina veterinária se voce pode arcar (e deveria poder já que ESCOLHEU ter um animal de estimacao) voce leva seu animal a uma clínica veterinária particular; se nao tem como pagar leve aos hospitais das escolas de medicina veterinária ou nos atendimentos do governo (sao poucos, mas existem). E mesmo assim, se ainda achar que a vida é injusta pois voce quer ter o seu animal e nao quer ter dinheiro para pagar e acha o servico do governo ruim entao cobre do governo a melhoria do servico!!! Exatamente como na medicina humana.
      Outro ponto, Alex, é que quando um médico atende ele geralmente gasta apenas o seu tempo numa consulta. O médico veterinário gasta o tempo, medicamentos de ambulatório e dependendo do caso o custo alto de cirurgias. E acredite ... sao altos. Áinda nao vi nenhum medico de hospital particular onde o hospital recusou o paciente e ele levantou o braco e disse: EU ASSUMO O CUSTO DO TRATAMENTO DESTE PACIENTE. Voce já viu algum?
      Acredite, Alex, nenhum médico veterinário se chatearia se fosse um caso esporádico de atendimento "gratuito", porém sao muitos. Fora os caes e gatos abandonados nas portas de suas clínicas como se eles tivessem obrigacao de cuidar de um problema que nao foi criado por eles.
      Mais um ponto: experimente entrar num consultório médico e tentar pagar a consulta depois. rs A maioria esmagadora dos médicos humanos cobra ANTES de voce entrar no consultório e se voce nao tiver dinheiro voce nem chega até o médico.
      Resumindo:
      1) Ter um animal é uma escolha e quem a fez que seja responsável por ela. Nao repasse a responsabilidade para o médico veterinário.
      2) Se nao tem dinheiro para pagar um atendimento particular, recorra ao atendimento público. E se nao estiver feliz com a quantidade ou qualidade deste tipo de atendimento, reclame com o GOVERNO e tente exigir um melhor atendimento.

      Excluir
    11. Caro senhor Alex e quem mais concorda com ele... Sim escolhi minha profissão Médica veterinária por amor sim porém assim como todos que escolhem suas profissões queremos ganhar dinheiro suficiente para pagar as contas no final do mês, necessitamos do dinheiro como qualquer outra pessoa, temos famílias e casas para sustentar... diferente do que muitos pensam amor não paga as contas nem salários dos funcionários no final do mês e manter uma clínica aberta tem muitos custos pra quem não sabe ....... Sim é nosso primeiro pensamento salvar uma vida, porém temos custos para isso...os materiais que usamos e medicamentos não chegam até nossas mãos de graça... pagamos por eles... Quando uma pessoa opta por ter um animal ela tem que estar ciente dos custos que esse animal lhe dará por toda a vida, se não está disposto a arcar com esses custos, não se deve ter um animal.Não falo que pessoas com menos dinheiro não possam ter animais , muito pelo contrário já atendi pessoas muito pobres que cuidam muito bem dos seus animais e que se esforçam para pagar o que for preciso para que o animal fique bem, quando a pessoa realmente não tem dinheiro e comprova isso fazemos de tudo para minimizar ao máximo os custos. Porém em alguns casos como em cirurgias não tem como fazer de graça. Em SP já existem hospitais veterinários gratuitos, porém em muitos casos quando a pessoa realmente não pode pagar ela pode procurar as faculdades de veterinária que tem atendimento e cirurgias a baixissimo custo.No caso citado no texto, a veterinária atendeu o animal porém constatou que esse precisava de exames (que são feitos em laboratórios especializados e pagamos por eles) e de cirurgia. O nome do cliente foi recusado pelo sistema de crédito ( acredito que aqui, seria o mesmo que ter o nome incluido nos órgãos de credito - serasa e spc), na clínica que trabalho aceitamos cheque e cartão de credito se a pessoa não tem nenhum dos dois fica complicado atender, claro que aceitamos parcelamento - no cheque ou cartão, fora isso acreditar que a pessoa vai vir pagar o atendimento depois que o problema dela foi resolvido só de palavra acredito que ninguém faz.... Caro Alex você nos comparou a médicos... ok mas nem médico do sus trabalha de graça ... ele recebe do governo, vc não paga a consulta na hora mas paga em forma de impostos e taxas pagas ao governo, e o atendimento é horrivel diga se de passagem... muitas vezes ele nem olha para o paciente. Quando os médicos do SUS estão insatisfeitos o que fazem?GREVE, e quem sofre e morre nas filas de postos de saude e hospitais é a população que paga os impostos e taxas certinho.... médico nenhum trabalha de graça também e sim se vc não puder pagar um atendimento particular ou plano de saúde você pode morrer na fila do sus.... Você como advogado defende causa sem cobrar pelo serviço?
      Se assumimos DIVIDAS dos clientes, uma hora a empresa entra em falência.
      Porque antes de vir me falar para trabalhar de graça, assumir clientes que não podem pagar etc... vc não vem fazer "caridade" e pagar os funcionários e as contas da clínica, ou defender alguma causa sem pagar???
      Não penso só em dinheiro amo os animais, mas PRECISO do dinheiro para sobreviver e pagar as contas......


      Excluir
    12. Realmente anônimo em primeiro lugar salvar uma vida, isto começa com o proprietário do animal, conheço gente que coloca comida pro cão 1 vez ao dia, água então de 4 em 4 dias e olhe lá... Uma alimentação ridícula, ja cansei de falar com ele pra ter mais atenção, mas é sempre a mesma situação, sem falar no quintal repleto de cocô. Quando o dono não se preocupa com o animal e ele chega todo estourado na clínica, você vai esperar que um cara desses arque com os custos? Se um cara desses me difama por recusar atendimento ao seu animal, posso encaminhá-lo pro hospital veterinário universitário que atende população carente gratuitamente, ou posso denunciá-lo por maus tratos.

      Excluir
    13. O Alex, to com uma causa complica, que vai precisar de um monte de perícias, de pesquisa de jurisprudências, provavelmente umas 5 audiências em cidades diferentes, mas não tenho como pagar nem os seus deslocamentos, e o valor da causa é de uns R$ 5.000,00, ou seja se ganhar, te pago 20% do valor recebido. Você topa ??? acho que não né... mas onde está seu amor ao direito e a justiça ??? e o seu juramento??? vamos lá, chega de hipocrisia, sem dinheiro ninguém vive, nem veterinário, nem médico, nem advogado ....

      Excluir
    14. Oooo Alex vem cagar no meu vaso otário, ai vc traz o papel higiênico pq eu sou veterinária e atendo de graça...por isso na minha casa não tem papel, não tem luz, água, eu não como comida desde que me formei prefiro a caridade sabe....ultimamente ando vivendo de luz. Atende teus clientes de graça...ué, não tem AMOR EM DEFENDER AS PESSOAS hahahahahahah babaca ou fez direito pelo dinheiro? ta todo mundo rindo da tua cara.

      Excluir
    15. É fácil para um advogado que ganha muito dinheiro falar em trabalhar pelo coração... Aposto que ele pensa com muito carinho mesmo quando faz aquelas cobranças abusivas praticadas pela grande maioria dos advogados. Ai é fácil trabalhar de graça as vezes, não doi no bolso... Fora o fato que profissionais que usam só o computador e o cérebro para trabalhar, não tem altos custos para fazer um simples procedimento.

      Excluir
    16. Alex, so digo pra você que é uma pena saber que existam pessoas graduadas, as quais esperamos que tenham o mínimo de noção, sendo tão ignorantes. Infelizmente você não é o único. Espero que não tenha animais de estimação, mas se tiver, pelo menos vai pagar a conta, visto que clientes de advogados não pagam com amor.

      Excluir
    17. Leve um ser humano para ser atendido em sistema particular de medicina. Não entra para atendimento se não pagar. Ex:
      Dia 31 uma tia passou mal, teve de ir na unimed, enquanto não chegou 500,00 em dinheiro ela nao foi atendida. Então seu cocôzao, viva sua vida na caridade, peça caridade nas suas contas agua luz impostos inss fgts processos trabalhistas carro filhos esposa tuuudooo, abraços.

      Excluir
    18. Preciso de um advogado que faça fiado !!! Não tenho como pagar... Onde este advogado atende ?

      Excluir
    19. Caramba quanta discussão. O Alex como advogado, assim como eu e todos aqui que também são advogados conseguiram compreender o que ele disse. Acho que nenhuma opinião extrema é satisfatória. Pois quando lidamos com vida (humana e não humana) devemos SIM ATENDER PARA SALVAR UMA VIDA, CLARO COMPRAR POR ISSO. Legalmente no Brasil, se algum humano morre por falta de atendimento, seja hospital particular ou público, seja o hospital mais caro que tiver, o MÉDICO E A CLÍNICA SERÃO RESPONSABILIZADOS CIVILMENTE E CRIMINALMENTE, AINDA DE ADMINISTRATIVAMENTE PERANTE O CONSELHO DE MEDICINA. É crime omissão de socorro. E ACHO QUE ESTAMOS FALANDO DISSO, CERTO?
      O STF há muitos anos já decidiu que é proibido as clínicas pedirem alguma espécie de caução (cheque, dinheiro...) antes de ATENDER EMERGÊNCIA, pois o STF entendeu que primeiro salva a vida. ACHO QUE A GRANDE CONFUSÃO AQUI É SE ESTAMOS FALANDO DE EMERGÊNCIA (SALVA UMA VIDA EM RISCO IMINENTE DE SER MORTO) OU SE ESTAMOS FALANDO EM ATENDIMENTOS SECUNDÁRIOS (NÃO ESTÁ PRESTES A MORRER).
      Diante, disso por mais que os não humanos sejam considerados legalmente "coisas" no Código Civil, já se tem diversas jurisprudências DE RESPONSABILIZAÇÃO DE CLÍNICAS E VETERINÁRIOS QUE SE RECUSARAM A PRESTAR OS PRIMEIROS ATENDIMENTOS PARA SALVAR O ANIMAL ANTES DE RECEBER O DINHEIRO

      Excluir
    20. Caramba quanta discussão. O Alex como advogado, assim como eu e todos aqui que também são advogados conseguiram compreender o que ele disse. Acho que nenhuma opinião extrema é satisfatória. Pois quando lidamos com vida (humana e não humana) devemos SIM ATENDER PARA SALVAR UMA VIDA, CLARO COMPRAR POR ISSO. Legalmente no Brasil, se algum humano morre por falta de atendimento, seja hospital particular ou público, seja o hospital mais caro que tiver, o MÉDICO E A CLÍNICA SERÃO RESPONSABILIZADOS CIVILMENTE E CRIMINALMENTE, AINDA DE ADMINISTRATIVAMENTE PERANTE O CONSELHO DE MEDICINA. É crime omissão de socorro. E ACHO QUE ESTAMOS FALANDO DISSO, CERTO?
      O STF há muitos anos já decidiu que é proibido as clínicas pedirem alguma espécie de caução (cheque, dinheiro...) antes de ATENDER EMERGÊNCIA, pois o STF entendeu que primeiro salva a vida. ACHO QUE A GRANDE CONFUSÃO AQUI É SE ESTAMOS FALANDO DE EMERGÊNCIA (SALVA UMA VIDA EM RISCO IMINENTE DE SER MORTO) OU SE ESTAMOS FALANDO EM ATENDIMENTOS SECUNDÁRIOS (NÃO ESTÁ PRESTES A MORRER).
      Diante, disso por mais que os não humanos sejam considerados legalmente "coisas" no Código Civil, já se tem diversas jurisprudências DE RESPONSABILIZAÇÃO DE CLÍNICAS E VETERINÁRIOS QUE SE RECUSARAM A PRESTAR OS PRIMEIROS ATENDIMENTOS PARA SALVAR O ANIMAL ANTES DE RECEBER O DINHEIRO

      Excluir
    21. Estamos falando de quê? Atendimento gratuito ou atendimento para salvar uma vida? Veja bem, não adiante estes extremos. Pelo que entendi estamos falando DE EMERGÊNCIA, o que entendo de emergência é salvar uma vida que corre sérios e iminentes riscos de morrer. Então, tratando-se disso tanto médicos e veterinários (engraçado que os veterinários lutaram muito para a mudança de classificação de veterinários para médico veterinário) tem o dever ético e legal de PRESTAR O SOCORRO E DEPOIS REALIZAR A FICHA, COBRAR...

      Excluir
  4. As pessoas esquecem que ter um animal é como ter um filho, esquecem que tem responsabilidades e contas que devem pagar. Animal não é bichinho de pelúcia pra comprar/adotar e qualquer coisa jogar na rua novamente. Tem que ter responsabilidade.

    ResponderExcluir
  5. Foi por isso q investi na saúde pública.. existem leis pra isso.. mas tb é frustante a morosodade e a impunidade...

    ResponderExcluir
  6. Algumas pessoas levam seus animais ao médico veterinário, como mercadoria, se esquecendo que são como crianças aos serem levadas ao médico. Você levaria seu filho à um consultório sem ter dinheiro para arcar com a consulta e medicamentos? Acredito eu que não. Depois do amos pelo seu bichinho, a responsabilidade deve estar em primeiro lugar. Quando um animal fica doente, ele sofre esperando por uma ajuda sua, não negue a ele um meio de sessar suas dores, afinal ele não pode se tratar sozinho e depende de você para ter uma boa qualidade de vida! Faça sua parte!

    ResponderExcluir
  7. Eu quando tiver meu consultório ja sei o que fazer nesses casos, vou fazer kit de brinquedo de cachorro, com ossinhos, ração e etc, como uma cesta, se aconteceu isso eu trato o animal, faço minha parte, enquanto o dono fica lá fora vendendo cestas de gato ou cachorro no sinaleiro, distribuindo panfletos pra mim, nada mais justo!

    ResponderExcluir
  8. Olha Alex, me desculpe, mas vc nem parece ser advogada, pois como tal saberia, que quando uma pessoa não tem condições alguma para arcar, não tem como receber, pois não tem como fazer penhora de nada, nem on line. Aí pagamos as contas com amor! Sou a favor de fazer caridade, mas me dedico aos animais abandonados, pq animal não é artigo de primeira necessidade, então tem quem quer e quem pode cuidar! E a caridade eu faço a hora e quando eu quiser! Agora se vc quiser pagar minhas contas e me sustentar salvo todas as vidas do planeta!!! Kkk Há tenho umas promissórias para serem cobradas não quer atuar de graças p mim não kkkkk????

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. ate por que ele não e advogada,por que Alex é nome masculino,a não ser que seja um traveco,acho que ele é advogado

      Excluir
  9. O maior problema é a falta de responsabilidade. Tem proprietário que culpa o veterinário pelo animal estar doente, pelo fato de estar gastando o valor de consulta e querer resolver tudo com isso. Tem uma parcela da população que tem animal de estimação como bem de consumo, pra dizer "pros amigos" que tem bicho de "marca"'. Quantas vezes já ouvi, que o bicho está dando gastos e etc...e que quer dar um fim nele. Animal é escolha e não necessidade primária. E tudo isso gera custo...E Sr. Alex, dizer que temos como cobrar o serviço...bom, tenho clientes q devem e até hoje não vi a cor do dinheiro. Não adianta colocar cheque em cartório e etc. Na hora que precisam falam qualquer coisa para serem atendidos, na hora do pagamento, a coisa muda e você vira mercenário. A grande maioria dos clínicos trabalha muito e ganha pouco, e costuma fazer muita caridade, mas isso a gente não precisa sair contando, a gente faz por amor e ninguém precisa ficar sabendo.

    ResponderExcluir
  10. A diferenca basica entre a profissao do sr alex e a nossa eh que ele precisa apenas de um notebook e uma caneta bic, jah nos de Ultrassom, raio X, medicamentos, seringas e agulhas, baias, equipamentos de laboratorios, kits de diagnosticos, e a maioria das coisas que precisamos sao descartaveis ou seja nao dah pra cobrar de um e utilizar de graca no outro, entao sr alex antes de comentar procure se informar.

    ResponderExcluir
  11. Ninguém chega em um consultório médico humano ou em um dentista e manda fazer o que for necessário e depois se esquiva do pagamento, mas fazem isso todo o tempo com o veterinário. Cansei de tomar calote, de agir como se a responsabilidade fosse minha e hoje depois de muitos anos aprendi que a culpa é de quem traz o paciente ao meu consultório, eu estou aqui para ajudar mas sempre mediante o pagamento, com desconto de maneira facilitada mas com pagamento. temos nossas contas, custeamos as nossas vidas e de tantas outras pessoas que necessitam do pet e do consultório, absurdo é pensar o contrário, absurdo é acreditar que cobrar judicialmente quem quer que seja possa ser fácil e célere... Dr. Alex cuide bem dos seus conceitos mas reveja-os, sua visão é equivocada.

    ResponderExcluir
  12. Se o sr. Alex Zortea for mesmo advogado com inscrição na OAB, deveria saber, ou pelo menos ter procurando antes, que o proprietário do animal de estimação é o responsável civil e criminalmente pelo animal.

    ResponderExcluir
  13. Advogados ........................ a maioria defende seja lá quem for (mocinho ou bandido) por dinheiro, e vem querer ter moral pra falar da minha profissão. Com todo o respeito............. VAI SE FUDER BABACA !!! Olha quantas piadas existem falando que advogado é um bicho do capeta e mau caráter........ e agora olha quantas piadas existem com o fato da maioria dos veterinários ser um bando de fodidos e sem dinheiro. Tem enxerga mané...... vai procurar tua turma.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Estou percebendo o teor depreciativo com relação a classe dos advogados. Saibam que momento nenhum o Sr. Alex denegriu a imagem e a classe dos veterinários, que inclusive lutaram muito para mudarem a designação de veterinário para médico veterinário. O que implica dizer que se reconhecem como médico. Portanto, tal conceito traz inúmeras responsabilidades éticas. MOMENTO ALGUM O ALEX DISSE QUE ELES DEVEM ATENDER GRATUITAMENTE E SIM ATENDER PRIMEIRAMENTE UMA EMERGÊNCIA ANTES DE PEDIREM OU REALIZAREM FICHA E PAGAMENTOS. Porque enquanto o responsável pelo animal está fazendo a ficha na recepção ou assinando caução se o animal estiver passando mal (iminente perigo de morte), provavelmente o animal morrerá sem atendimento.
      Médico ou Médico Veterinário e qualquer OUTRA PROFISSÃO DEVEM RECEBER POR SEUS TRABALHOS. MAS GOSTARIA DE MENCIONAR ALGO, tanto o médico, médico veterinário prestaram juramento de salvar vida (vida humana e vida não humana) ou pelo menos tentar. Diante disso, deve-se tanto o médico quanto o médico veterinário NÃO SE NEGAR A PRESTAR SOCORRO PARA SALVAR UMA VIDA, NÃO ESTOU DIZENDO EM ATENDER E NÃO RECEBER.
      O Advogado por diversas vezes trabalha de graça, PARA QUEM NÃO CONHECE DA ÁREA, DIGO, NOS CORREDORES DO FÓRUM SE UMA DAS PARTES NÃO TEM ADOVGADO, O JUIZ NO MICROFONE PEGA QUALQUER ADVOGADO - DISSE QUALQUER ADVOGADO PARA ATENDER GRATUITAMENTE A PARTE.

      Digo para quem não entende de Médico, médico de humanos, eles não podem se negar a salvar uma vida. STF já decretou que as clínicas por mais caras que sejam não podem se negar a prestar socorro e não podem em caso de emergência se negar a atender qualquer um, não podem pedir antes de atender qualquer espécie de caução.

      ENTÃO, MEUS CAROS, NÃO SE TRATA DE NÃO RECEBER, DE ATENDER DE GRAÇA, MAS SIM DE CÓDIGOS DE ÉTICA QUE CADA PROFISSÃO POSSUI, seja o advogado chamado no corredor pelo juiz a atender de graça uma parte, seja médico ou clínica que presta primeiramente o socorro para depois fazer a ficha e cobrar, seja uma médica passando na rua e visualiza um indivíduo tendo um infarto e ela presta gratuitamente os primeiros socorros, seja também um veterinário.

      Excluir
    2. Grande exemplo disso foi recentemente uma médica que prestou os primeiros socorros a um assaltante de ônibus. ISSO É ÉTICA. TRABALHA-SE COM VIDA, PRESTA-SE JURAMENTO.
      O que tem ocorrido no Brasil é a grande expansão de pets, de clínicas veterinárias, o que faz com que muitas pessoas visem somente o lucro E ESQUEÇAM QUE PRESTARAM JURAMENTO, TEM UM CÓDIGO DE ÉTICA A SER CUMPRIDO.
      NINGUÉM DEVE TRABALHAR DE GRAÇA, MAS DAÍ SE NEGAR A PRESTAR SOCORRO OU SÓ PRESTAR DEPOIS DE RECEBER NÃO É ÉTICO. É UM MERCENÁRIO.
      Advogados, não podem se negar quando um juiz manda qualquer advogado que esteja no fórum a atender parte sem advogado. Isso é ético, o advogado vai lá e atende a parte, não pode cobrar. Ora, porque ninguém reclama disso?
      Um médico está passando na rua, e visualiza uma senhora tendo um infarto, e pergunta a senhora: "tem quanto para eu te atender?". Negativo pessoal, o médico tem o dever ético, de acordo com seu Código e Juramento de tentar salvar aquela vida.
      Uma pessoa está tendo um infarto na frente de uma clínica de luxo, médicos da clínica visualizam e nada faz. A clínica e os médicos serão punidos civilmente e penalmente por omissão de socorro. Ora, mas deve uma clínica de luxo arcar com todo gasto para salvar uma vida que não pagará? Gente, então é melhor ser mecânico. Existe um Código de Ética, existe JURAMENTO QUE SE PRESTA. EXISTE OMISSÃO DE SOCORRO...

      Excluir
    3. Após a convocação do juízo e o atendimento em audiência, o advogado assume a causa ou só atende naquele primeiro momento?
      Realmente acho que se deva prestar os primeiros socorros. Mas daí a exigir realização de cirurgia? Pois é o caso do post do jurivet e realização de procedimento cirúrgico está longe de ser primeiros socorros! Conhece a falácia do espantalho? Pois é...

      Excluir
    4. No caso apresentado no post, ainda pior, a primeira medida razoável era fazer raio-x. Quero ver como vai enquadrar isso como "primeiros socorros". Faz-nos rir com essa falácia do espantalho!

      Excluir
  14. Olha é um assunto bem difícil... Eu acabei de perder um felino, teve as 2 patas esmagadas foi socorrido num hospital particular gastamos o que tínhamos e o que não tínhamos em média de 5000,00... 1 cirurgia OK... quando retornamos o osso fraturou novamente pois o vet não imobilizou corretamente (retorno esse após 72horas)... 2 cirurgia mesmo vlr a ser pago? SQN... Foi uma reabilitação mal sucedida, não por conta dos meus cuidados, já que era assistido o tempo todo e vivia dentro de uma gaiola de pássaro...Decorreram 6 de curativos no vet e curativos em casa, levei em outro vet especializado em ortopedia e ao ver os inúmeros RX informou que aquele tipo de pinos e placas deveriam estar de outra forma. Levei a outro vet que me confirmou o mesmo. Por fim, senhores (as) tive com a maior dor no meu coração, sacrificar meu querido animal após 7 meses conclusos de vontade de viver, de luta... Pq o ultimo especialista informou que ele corria riscos em uma nova cirurgia e pela calcificação errada poderia perder os membros e continuar sendo assistido, até mesmo viver para sempre dentro daquela gaiola monstra.
    Agora pergunto eu, um hospital renomado, com profissionais que fazem um serviço medíocre, (assim como foram informados pelos 2 outros especialistas em ortopedia) deveriam cobrar novamente essa cirurgia? foram 7 meses e pelo menos na minha contagem por volta 8000,00 entre curativos, tratamentos, especialistas...Gente não pense que estou generalizando, pois tenho amigos em formação de vet, mas se por 1 minuto se colocarem no meu lugar.

    Eu faria tudo novamente, gastaria tudo novamente, estaria novamente com o nome sujo já que não sou nem um pouco rica, venderia novamente um carro, se pudesse desfrutar mais anos ao lado do meu pequeno recolhido das ruas, amamentado de 3 em 3 horas com leites e vitaminas especiais... Poderiam esses doutores cobrar novamente?

    Abraços.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Existe uma divisão de responsabilidade. Se de fato a responsabilidade é do profissional, por bom senso, ele não deveria cobrar novamente. Mas se for responsabilidade do cliente aí ele pode cobrar novamente sim. É o barato que são caro. Gente o conhecimento é valioso. Asssim como vc não escolhe seu ortopedista médico baseado no preço da cirurgia esse não deveria ser o criterio na hora de escolher do seu animal. Pesquise, peça indicação principalmente se tiver amigos que atuam na área. Infelizmente tem isso em toda profissão, gente que se atreve a fazer algo que não é capacitado pra fazer em vez de encaminhar o paciente.
      Sinto muito pelo o que aconteceu com seu amigo.

      Excluir
  15. Sou solidária aos seus sentimentos e ao sofrimento do seu animal. De verdade. Acho que o senhor deveria obter uma consultoria jurídica para ver como proceder nessa situação específica. OBS: Aproveite o clima e peça uma ajuda ao Sr º Alex. Ele aceita AMOR como forma de pagamento, caso não pague ele irá acionar os meios judiciais de cobrá-lo. CUIDADO!

    ResponderExcluir
  16. Engraçado a ironia!!! Ri rios...

    ResponderExcluir
  17. Por lei, a única coisa que não pode ser cobrada é quando fornecemos um orçamento - desde que não seja feita uma consulta médica. O Sr. Alex já está em um meio que o facilita, em que ele mesmo pode correr atrás do prejuízo, mas nós, Médicos Veterinários, depois de um calote, ainda temos que pagar um advogado para que nós possamos receber o que é justo por direito.
    Infelizmente a mentalidade do brasileiro ainda é muito atrasada. Muitos adquirem um cão e o jogam no fundo do quintal, mal vacinam o bicho e levam ao veterinário apenas quando a situação é muito grave. Por isso, por essa falta de cuidado com os próprios animais, veterinários são vistos como supérfluo, como médicos falidos e que não merecem remuneração justa.
    Aliado a isso ainda têm os profissionais anti-éticos, que oferecem um serviço muito barato, fazem cirurgias em condições inadequadas e ajudam a perpetuar essa cultura de desvalorização.
    Infelizmente, se nós não valorizarmos os nossos 5 anos de estudo, estágios não-remunerados durante as férias e os cursos de pós, ninguém o fará. Caridade acho que todo profissional deveria fazer, mas ninguém aqui é santo para viver disso.

    ResponderExcluir
  18. Gostaria que uma mãe ou um filho de vocês precisassem de ajuda médica e por falta de recursos da família tivesse que ser sacrificada! E se a sra Patrícia Ewald for veterinária, possui uma total falta de ética, seja lá que profissional for, aqui ninguém usou palavras chulas para ofender ninguém, apenas estamos expondo opiniões e arrumando argumentos para o que acreditamos ser certo!
    Sou bióloga e quando estagiei tive a oportunidade de trabalhar em uma clínica veterinária conhecida no Brasil todo por sinal, e graças a Deus, por lá, tanto veterinários quanto funcionário, aliás que ganhavam bem menos que muitos aqui (inclusive eu com 500 reais mensais) ajudaram muitos animais sem recursos, muitas coisas saíram dos bolsos das veterinárias, de vaquinha feita pelos funcionários e por mim, muitas vezes quando a pessoa não tinha condições de pagar internação, essas veterinárias levavam animais para casa e eu mesma já leveis muitos animais para serem cuidados na minha casa, passei noites em claro, cuidando não só de gatinhos recém nascidos que precisavam de um leite especial de 3 em 3 horas, mas também já cuidei de gambás e corujas resgatadas! Isso se chama AMOR, essa cooperação entre todos e a vontade de achar uma solução se chama AMOR.
    Obrigada.
    Boa noite a todos!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Caramba... Até que enfim um comentário que preste.
      De veterinários que ficam lendo blogs e discutindo em comentários como se fossem crianças, podemos esperar o que?

      Excluir
    2. Caramba... Até que enfim um comentário que preste.
      De veterinários que ficam lendo blogs e discutindo em comentários como se fossem crianças, podemos esperar o que?

      Excluir
    3. Parabéns pelo comentário, adoraria conhecer você!

      Excluir
  19. Ainda bem que estão sendo sinceros, assim posso ver os nomes de tantos veterinários que não devo procurar nunca numa emergência e muito menos indicar esses nomes à pessoas que eu conheço! Tenho ótimos veterinários ao meu lado que cuidam de meus animais (3 cães -resgatados-, 2 calopsitas, 2 coelhos e 2 gerbils), e nunca me deixaram na mão, são pessoas descentes que aliás já presenciei ficarem bravos com pessoas que deixaram seus animais sem tratamento alegando falta de dinheiro e ainda disseram: ''eu disse que pagaria o tratamento do animal, mas ele não quis!'' Quando resgato aves machucadas também conheço uma maravilhosa veterinária que nem sequer quis cobrar a consulta e forneceu amostras necessárias para tratar o animal, aliás essa veterinária é um exemplo, resgata fêmeas de rua e as castra e consegue um abrigo para enviá-las, até mesmo fica com algumas, tem 14 cães! Meu veterinário mesmo tem 17 cães!
    Infelizmente se um dia pudesse ser cliente de vocês, acabaram de perder muito dinheiro, pois aqui até limpeza nos dentes de meus 3 cães eu faço a cada 2 anos, gasto 450 com cada, fora todos os exames que peço a mais e por precaução, meus animais comem de um dos melhores (royal canin e proplan senior, mas já comeram eukanuba mas não se adaptaram), minhas aves e coelhos comem nutrópica e megazoo, meus gerbils comem zoofood. Tudo que meus veterinarios indicam eu faço. Meus cães também usam scalibor que troco a cada 3 meses e também usam max 3 advanced todos os meses, vermifugo a cada 3 meses, fora o agility todo sábado para os 3, brinquedos que enriquecem o ambiente como 1 Kong (dessa marca mesmo) que paguei 80 reais, um pet game damas (120 reais), várias bolinhas e bichinhos. E sabem, eu e meu marido terminamos o mês no cheque especial todos os meses, minha casa está com umidade por todo lado, a parede ao lado da minha cama está esfarelando, não tenho nem lavanderia, mas quero que meus animais tenham a melhor vida que eu consiga dar a eles!

    ResponderExcluir
  20. Aui tem so uma questao, infelizmente os veterinarios -e ainda mais no Brasil onde os préços estao entre os mais altos do mundo, comfiram e comparem- estao aquí para fazer negocio. A profissao fica bem longe, lá num quinto plano.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Vc poderia reembolsar os custos tipo 400 mil que tive durante 5 anos de pucpr moradia, transporte, aluguel, alimentação, sim alimentaçãoooo estudante tbm come, materiais de estudo, viagens congressos, tempo de estudo, conhecimento, atualmente os custos operacionais.

      Leigo não pensa nisso e acha que 100 reais é muita coisa.

      Excluir
    2. problema é teu se vc gastou, ninguém te obrigou a fazer curso nenhum...infelizmente esse é o tipo de pessoa que se forma para atender a sociedade, gente agressiva, acha que os outros são obrigados a estender tapete vermelho, me da teu endereço pra eu passar longe

      Excluir
  21. Pagina jurídica que fala sobre medicina veterinária? Eles agora querem intimidar e explorar os donos de animais, judicialmente!? Kkk faz-me rir. A grande maioria dos veterinários não estão nem ai por animal e sim para o LUCRO! Só visam dinheiro, cobram consultas caras, exames caríssimos, cirurgias caríssimas. Ou seja, TUDO VOLTADO PARA CÃES DE RAÇA DE GENTE RICA! Pouquíssimos veterinários, MUITO POUCO MESMO E QUASE INEXISTENTE, atendem um cão de rua, trazido por alguém que não tem dinheiro para pagar a consulta. E, é quase impossível, algum veterinário fazer uma ação social para algum cão de rua. Ou seja, OU Seja, OU SEJA!!! ELES SÓ QUEREM LUCRO. CONSULTA COM CÃES DE RICOS É VANTAGEM PRA ELES, É GRANA CERTA! E olhem que os coitados dos cães chamados pedigree, também são meros enfeites para os ricos e não passam de lucro para os veterinários. QUEM SE PREOCUPA MESMO COM O S CÃES SÃO PESSOAS QUE OS ADOTAM INDIFERENTE DE RAÇA E OS CUIDADORES. Estes sim amam os cães e gatos, amam os animais. Quanto a esta cambada de veterinários, só querem dinheiro e muito dinheiro. Não venham com essa história de, AH EU TENHO QUE PAGAR MINHAS CONTAS! E por que cobram consultas tão caras? E por que não fazem uma ação social? Uma ação gratuita para cães de rua? E por que não dão um desconto? Entre outros assuntos que pode ajudar muitos cães e tutores e cuidadores. Mas lucrar com pet de rico é muito mais vantajoso, né bando de veterinários?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Está dizendo que não há veterinários em ações sociais? Todas as ONGs que fazem alguma coisa pelos animais possuem veterinários parceiros, todo veterinário de animais de pequeno porte que conheço já participou em algum projeto ou ação gratuita. Quanta ignorância.

      Excluir
    2. Meu bem, chega morrendo num hospital ou clínica médica sem dinheiro ou sem plano de saúde para ver se tu é atendido! Não é mesmo!!! Vai pedi ao seu dentista para fazer um canal que quando der vc paga ou dividem em mil prestações, ele irá rir de vc!! Se alguém pedir seu trabalho gratuito porque precisa ou quer, seja la qual for sua profissão, duvido que vc realizará de graça!!!! Deixa de hipocrisia e assuma suas responsabilidades, pare de achar que o profissional veterinário é mercenário, porque todo material que ele usa, todo conhecimento que ele adquire, toda dedicação, cursos, custos da faculdade, custos dos aprofundamentos, custos dos equipamentos,impostos, contas, custos de cada mínimo detalhe nessa jornada lhe é cobrado para que ele possa exercer sua profissão!!! Não cai do céu e nem vem de graça para que ele possa salvar a vida do animal, tudo é pago e comprado, sai do suor do seu trabalho. Antes fosse de graça, seria uma maravilha poder fazer tudo de graça e seria com o mesmo amor. Porém não temos como tirar do nosso bolso, deixando de pagar nossas contas para assumir responsabilidade de terceiros proprietários dos animais. Se vc acha que veterinário ganha muito, lhe convido para entrar para profissão e depois vc me responde se da para arcar com tudo, se tudo não é absurdamente caro para a gente conseguir se profissionalizar e dedicar a essa profissão que é linda e tenho muito orgulho disso!!! Não são hipócritas como vcs que vão me desanimar a fazer meu trabalho muito bem feito!! Salvar todas as vidas que estão ao meu alcance, mas não sou obrigada a pagar p estudar e pagar para trabalhar, mereço respeito e merece a gratificação e retorno por tudo que passo para alcançar essa vitória!!! A profissão deve ser mais valorizada e respeitada, pois vcs n sabem as dificuldades que enfrentamos, não sabem que estudamos para cuidar da saúde dos humanos e dos animais e de todo o meio ambiente em conjunto, na produção, nos produtos de origem animal, na conservação, no equilíbrio da vida na terra e as pessoas só sabem criticar, mas pegar para fazer ninguém ajuda!! Um curso bom e profissionalizante é super caro, um equipamento essencial para salvar a vida do animal é muito caro, várias noites sem dormir dedicando e estudando também é valioso!!! Pelo menos assumam suas responsabilidades e parem de culpar o veterinário por não conseguir abraçar o mundo e nem poder pagar do bolso para arcar com responsabilidades de outros!!!

      Excluir
    3. Qualquer que seja a profissão que você tenha, espero faça muitas ações sociais, voto de pobreza, trabalhe de graça vários dias por semana etc...

      Excluir
    4. Quantos animais de rua você adotou mesmo? Quantas ações sociais você participa?

      Excluir
    5. Olha vc vai me desculpar, mas tudo que vc falou é de uma ignorância tremenda. TODO MUNDO QUE SE FORMA VISA SOBREVIVER DA SUA PROFISSÃO, sua ostra. Desde quando isso é ser mercenário? Chegou a me dar nojo. São anos de estudo e dedicação integral, NÃO DÁ PRA SER VETERINÁRIO E FAZER UM BICO COMO OUTRA COISA PRA PAGAR UMAS CONTINHAS. Enxerga as coisas como são antes de sair falando tudo que vem na sua cabeça fraca. Não sou proprietária de uma clínica enorme, não posso arcar com consultas, medicação, material cirúrgico, internação, anestésicos, rx, us, exames de sangue que entra dia sai dia são pedidos de graça. Consulta ser cara? Cirurgia ser cara? Vem cá, vc acha que quando se vende alguma coisa, de pet até medicação, todo aquele valor vai pro meu bolso e não pra repor o que usei? A gente tem que sobreviver do nosso TRABALHO, pq de todo o resto a gente também PAGA. Surpreendente né??

      Excluir
  22. To indo indo ali Porsche pedir um Macan 2016... Afinal é um absurdo andar a pé nos dias de hoje, já que os engenheiros de controle e automação, e os engenheiros mecânicos desenvolveram os carros por amor e as cidades estão muito violentas para andar a pé.

    ResponderExcluir
  23. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  24. Concordo com o texto, costumo falar para os meus clientes que especialmente no brasil, filhos já são opcionais, é possivel previnir gratuitamente o nascimento de uma criança se não tem condiçoes de sustenta-la, mas depois de nascida o governo tem obrigação de oferecer a saude. porém medicos tb não trabalham de graça para os governos, alguem paga o salario deles. Animais de estimação são mais opcionais ainda, se não pode sustentá-los não os tenha, não adote, não compre, seres vivos não escolhem dia do mes para ficarem doentes!

    ResponderExcluir
  25. Uma consulta veterinária, na minha cidade, custa em média R$70,00, levando na clínica, pois visita à domicílio não se consegue mais. Uma consulta humana, em clínica popular, em média, R$ 40,00. Não menosprezando os animais!!! Mas, qual a dificuldade em tornar o preço, mais acessível??? No Brasil, mais de 60% da população sobrevive com menos de 1 salário mínimo R$ 788,00. Uma consulta é quase 10% dele!!! Ok...virão aqueles em defesa da profissão...justíssimo!!! Mas, parem e pensem, sem o comprometimento com a sua vida pessoal!!! Se, quem não pode sustentar...que não adote é corretíssimo... O que faremos com tantos animais abandonados??? Nem toda criança, infelizmente, tem o mínimo para o seu desenvolvimento!! Correto que todo aquele que não possa sustentar um filho...não o tenha!!! Pago um plano de saúde privado, ok...alguns vão dizer...privilegiada!!! Tenho cobertura total por menos de R$ 100,00 mensais. Com este valor, mal pago uma consulta veterinária. Talvez esteja mais do que na hora de não "defender" em proveito próprio e sim tomarem uma atitude!!! Onde esta o CRMV??? Fiscalizando?? Maravilha!!! Cobrando anuidade de clínicas e empresas que atuam na área. Ok!!! Mas, pelo que sei, existe questionamento!!! Por que outros conselhos só o profissional contribui??? Bem, um plano privado para os pets..talvez ajudasse!!! Pagaria quem pode e atenderia quem quisesse!!! Aos olhos de alguns pode até parecer bobagem, mas para quem gosta e cuida da melhor maneira que pode dos animais, talvez fosse uma saída. Criticar é fácil...é muito cômodo, mas fazer algo funcionar melhor é que se torna difícil!!! Um veterinário tem que viver do seu trabalho...eu do meu...e os animais de nós!!! Que os 40% da população do Brasil, que tem uma situação financeira melhor...deem conta de toda a "população" animal e dos abandonados pelas ruas!!! São Francisco de Assis que ajude!!!

    ResponderExcluir
  26. De acordo com as opiniões aqui é preferível deixar o animal na rua, do que o animal ser adotado por uma família de baixa renda. Eu não sou cristão, mais se existir inferno, todos os veterinários aqui vão estar nele.

    ResponderExcluir
  27. É bem mais fácil falar/escrever.
    Sei que a profissão merece toda a compreensão do mundo, mas nem toda situação acontece dessa forma. Nem todos os que adotam e não têm dinheiro são irresponsáveis.
    Ganhei um cãozinho de 50 dias de idade da minha cunhada, justo no momento em que eu não tenho nem como pagar um aluguel. Nem sei por que ela fez isso... Mas aceitei, pois eu não tinha outra opção. Agora ele precisa tomar vacinas, precisa ir ao veterinário por conta de umas erupções na pele, precisa de ração nova, precisa de tudo o que não posso oferecer. Estou desesperada atrás de alguém que possa me ajudar. Então eu não sou irresponsável por ter adotado e não ter dinheiro. Eu não procurei o Nicholas, ele apenas chegou. E agora não sei como continuar.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Concordo. E mesmo aqueles que procuram, em si, não são irresponsáveis. Eles fazem de tudo pra dar a melhor vida que eles podem para seus bichinhos. Muitos deles fazem pesquisas profundas antes de adotar um animal. Até mesmo pesquisam sobre possíveis problemas de saúde que eles possam ter e como evitar. E, fala sério, né? Ás vezes eu alguns falam: "Ah, o cachorro precisa ter a melhor comida, ir no melhor veterinário, tomar a melhor vacina, ter os melhores brinquedos, ter a melhor cama!" Mas, fala a verdade: os animais não se contentam com poucas coisas? Se a gente for observar bem, qualquer graveto serve de brinquedo, qualquer cantinho serve de cama e qualquer dono bonzinho, seja rico ou pobre, serve de amigo. É claro que a gente precisa cuidar da saúde dos bichinhos. Mas alguém aí nessa postagem tem que pensar um pouquinho antes de chamar os adotantes pobres de irresponsáveis.

      Excluir
  28. Os adEvogados aí defendendo que o Alex se referia a "emergências, casos de vida ou morte"; atendo numa clínica de diagnóstico por imagem que trabalha com hora marcada, mas a maior parte dos pacientes são encaixes e chamados "emergências"; mesmo sem termos vets clínicos, quando esses casos chegam, um dos vets para o que está fazendo para uma breve avaliação: padrão respiratório, coloração das mucosas, enfim, algo para definir se devemos ou não furar a fila dos pacientes marcados. Sabe o que acontece quando tentamos explicar pro dono que o animal dele não vai passar na frente por estar vomitando ha 15 dias (tipo, ate 14 dias ta legal, com 15 vira emergência...)? Aguentamos cara feia, aguentamos piadinha, ouvimos que essa omissão é um absurdo, as vezes uns surtam e ameaçam bater na gente (!!!)
    O que quis ilustrar com isso: a maioria das tais emergências-casos-de-vida-ou-morte só se tornam graves pq o dono fdp esperou até não poder mais pra levar pra gente e dizer "nao tenho dinheiro, mas vc é obrigado a socorrer meu animal". Ou vcs acham que o cão do post original criou um mega tumor da noite pro dia?

    ResponderExcluir
  29. Qnto comentário sarcástico e sem um pingo de amor ao animal,mas eu entendo "antes Meu bolso cheio do q um animal ou um dono sem dinheiro" . Não sejam maldade em todo mundo as vezes o inesperado acontece qndo estamos sem dinheiro no momento.
    É o q está acontecendo comigo agora,minha gata está prenha a bolsa dela estourou já fazem 24 horas e os gatinhos não nascem ela está toda debilitada, e eu sem um tostão no momento faltando alguns dias pra eu receber meu salário, tenho medo q ela não aguente esperar,pois fui barada em todas as clínicas q fui, fui tratada até com arrogância, e no momento não posso fazer nada só esperar q ela morra aos poucos.
    Mas como li em vários comentários,seveu não tinha condições pq adotei um animal.
    Tá mais pra um objeto e não um ser vivo.
    Quanta tristeza....

    ResponderExcluir
  30. Entendo seu ponto de vista. Eu tive dois cachorros que faleceram de cinomose. Eu sempre fui pobre e nunca tive dinheiro pra tratar meus bichinhos. Mas, eu reconheço que é por causa da minha condição e nunca obriguei veterinário nenhum a tratar meus cachorros. Eu tentava me virar com o que eu podia. Fiz tudo o que estava em meu alcance. Só dói um pouco quando as pessoas falam: "Ah, se você é pobre nem deveria ter um animal!". Pode até ser verdade, mas, em geral, meus cães viveram bem. Eles só pegaram cinomose porque eu me mudei e lá já tinha um cachorro que só depois que os meus cachorros já estavam com a doença é que eu percebi que eles pegaram dele. Mas, enfim, os veterinários também tem suas famílias e precisam sustentá-las. Além disso, os equipamentos são caros e é impossível manter uma clínica veterinária sem cobrar (a não ser que seja financiada pelo governo, sei lá, não sei nem se isso existe). Mas, eu fiquei muito triste com a morte dos meus cães e, se eu tivesse como receber auxílio veterinário eu ficaria muito satisfeita. Eu só não gosto também quando os veterinários, de tanto ouvir esses questionamentos, acabam tratando a gente com arrogância. Eu compreendo que é chato ficar ouvindo a mesma coisa, mas é que nós, os pacientes estamos sofrendo muito. Nosso único desejo é ver nossos animais pulando e brincando novamente. A dor de perder um animalzinho é quase que irreparável. Estou sentindo isso agora.

    Karine

    ResponderExcluir
  31. Entendo que nenhum profissional mereça ter que aceitar amor como pagamento, mas nem tudo é preto e branco e as vezes é a vida de um bichinho que está em jogo. Adotei um gato, pois a dona literalmente o jogou fora por que "não o aguentava mais" a pessoa adotou o gato quando filhote, apesar de eu ter lhe alertado que ter um pet não era brincadeira, mesmo assim ela nunca o tinha vacinado e nem castrado, com um ano o gato miava muito e a brilhante solução encontrada por ela foi se livrar do animal (essa pessoa é muito minha amiga, apesar do comportamento ridículo). Por mim mesma nunca teria ido procurar um bicho para adotar, pois sei que eles custam e precisam de cuidados, são como crianças, mas não pude evitar pega-lo, pois só conseguia imaginar a tristeza de que é ser largado por aí. Pois bem, Adotei o gato, comecei a arcar com consultas vacinas e remédios, em sua grande maioria caríssimos, além da comida (ele se mostrou bem chatinho pra comer) e o comportamento, castrar fez maravilhas por ele e com o tempo, cuidado e carinho ele se tornou outro bichinho, sempre carinhoso e calmo a maior parte do tempo. Mas a alguns meses eu fiquei desempregada, perdi o credito e meu dinheiro começou a ficar contado, mesmo que contado signifique a minha comida e a ração dele e ha algumas semanas atrás em plena madrugada de sábado ele caiu da Janela, no momento eu só tinha 20 reais no bolso e não havia nenhuma clínica veterinária de emergência por perto, vocês conseguem medir o meu desespero? Eu fui a cozinha e ele caiu por uma janela que quase nunca fica aberta justamente pela segurança dele e por falta de dinheiro na hora o veterinário daqui, com o qyal eu ja havia consultado meu gato E PAGO, disse que nao podia fazer nada ,simplesmente me disse para esperar até SEGUNDA e leva-lo a clínica universitária. Me desculpem se sou uma péssima dona por não ter dado meu bichinho quando perdi o emprego, mas não duvidem que sim, eu nunca deixaria de pagar pela vida de um ser que eu tomei como responsabilidade minha. Muita falta de ética negar atendimento de emergência num caso de vida ou morte.
    Felizmente ainda existem pessoas boas e um amigo não somente me emprestou o cartão como me deu uma carona até uma clínica séria onde ele estava sendo atendido antes mesmo de eu olhar o valor. Foi um susto e meu gato passa bem e eu graças a Deus também consegui pagar meu amigo sem grandes problemas, ajustando aqui e ali quando recebi.

    ResponderExcluir
  32. Não sei qual o percentual que o governo cobra sobre a ração animal, não tenho vontade nem de pesquisar, pq se tratando de Brasil imagino que gire em torno da metade do preço. Isso deveria voltar como custeio de serviços veterinários, valorizando a profissão e dando possibilidade de cuidados com os animais maiores do que temos hoje. O valor vizualmente mais acessível, as pessoas buscariam mais os veterinários para quando seu animal precisasse e teriam mais acesso a conscientização sobre guarda responsável.

    ResponderExcluir
  33. Caso único único. Um veterinário doa um cachorro pq esta velho, mas diz para pessoa que adotou ....que o animal terá atendimento gratuito pro resto da vida. O animal adoeceu foi internado precisou de transfusão e medicamentos, perguntei. Várias vezes comi vai ficar a conta. Ouvi como resposta no Tim de brincadeira vamos dividir não se preocupe....deixa pra la, senti algo estranho como se eles quisesse o animal e volta eu visitava o animal e ele estava bem foi uma virose...nunca fecharam um diagnóstico. Na hora da alta por uma transfusão e injeções de dixiclina, algumas doses de metocliripramida e ranitidina por tanto antibiótico... Me cobraram RS 5,000 mil a vista..eles abamdinam o animal pq esta velho , prometem plano de saúde vitalício, cuido do animal por um ano e eles resolvem fazer de tudo para não. devolver...eu não me nego de pagar mas tem que ser parcelado nas minhas condições porque tratei do animal cheio de sarna e doente por morar num cubículo com menos de um metro quadrado...e até o dia da saída não fecharam um diagnóstico. ...o animal estava forte e esta irreconhecível me culpam pela virose.mas onde esta a palavra deste homem. Seu que o anual vai sofrer e eu muito mais, vou depositar valores como puder e ficar sem o animal. Mas vou pagar tudo " não da firma que ele encontrou para pegar o animal de volta, mas da forma que posso pagar. Não existe mais palavra.

    ResponderExcluir
  34. Caso único único. Um veterinário doa um cachorro pq esta velho, mas diz para pessoa que adotou ....que o animal terá atendimento gratuito pro resto da vida. O animal adoeceu foi internado precisou de transfusão e medicamentos, perguntei. Várias vezes comi vai ficar a conta. Ouvi como resposta no Tim de brincadeira vamos dividir não se preocupe....deixa pra la, senti algo estranho como se eles quisesse o animal e volta eu visitava o animal e ele estava bem foi uma virose...nunca fecharam um diagnóstico. Na hora da alta por uma transfusão e injeções de dixiclina, algumas doses de metocliripramida e ranitidina por tanto antibiótico... Me cobraram RS 5,000 mil a vista..eles abamdinam o animal pq esta velho , prometem plano de saúde vitalício, cuido do animal por um ano e eles resolvem fazer de tudo para não. devolver...eu não me nego de pagar mas tem que ser parcelado nas minhas condições porque tratei do animal cheio de sarna e doente por morar num cubículo com menos de um metro quadrado...e até o dia da saída não fecharam um diagnóstico. ...o animal estava forte e esta irreconhecível me culpam pela virose.mas onde esta a palavra deste homem. Seu que o anual vai sofrer e eu muito mais, vou depositar valores como puder e ficar sem o animal. Mas vou pagar tudo " não da firma que ele encontrou para pegar o animal de volta, mas da forma que posso pagar. Não existe mais palavra.

    ResponderExcluir
  35. Um advogado ele recusa uma causa para defender se nao for pagar porque nao é uma vida que pode morrer a qualquer momento se nao for pago o servico. Agora se um ser humano adoece em frente um hospital particular e é socorrido e levado nesse hospital e por nao ter como pagat o servico ele é dispensado e morre a culpa é do medico e hospital sim, pq quando escolhe essa profissao tem o juramento de honrar essa profissao por amot e defender a vida independente de $$.
    O mesmo penso sobre o MEDICO VETERINARIO, pq tem muitas pessoas q tem os bichinhos como filhos cuidam e tudo dele na medida do possivel e pode ocorrer do bichinho ficar doente logo quando o dono esta desprevinido de $$ e nos sabemos que consulta exames e remedios nao sao nada baratos como comprar racao dar vermifugos e pagar banhos no pet. E algumas cidades nao existe hospital veterinario gratuito, ai se vc leva no veterinario desesperado acreditando acontecer um milagre dele atender mesmo vc nao tendo a condicao no momento e ele recusa atender seu pet é uma frustacao gigantesca, é como voce ver um filhinho seu sendo condenado a morte. Entao tem diferenca entre situacoes juridicas com situacoes da SAUDE seja ela humana ou animal. Se voce se forma pra ser veterinario, é por amor aos bichos tbm. Aqui na minha cidade nao tem nada gratuito, e tem de monte lojas de veterinarios. Eu mesmo tenho um filhinho pet e cuido dele com minhas condicoes no momento; racao, banho no pet, vermifugo e remedio mensal controle de carrapto. Ai um dia meu bichinho adoeceu, e eu estava sem dinheiro pra consulta mesmo assim no desespero fui nesse mesmo pet que gasto com ele mensalmente, ai perguntei pra dra. o que ele tinha ela simplesmente olhou e disse q nao poderia dizer nada sem pagar a consulta. Ai perguntei quanto era, ela disse 200,00 incluso algum remedio que precisa dar pra ele. Eu sai de la com ele doente, mas busquei alternayivas caseiras mesmo e gracas a Deus ele ficou bem. Pra nos donos esses bichinhos sao nossos bebes. Sofremos com eles e choramos por ele!

    ResponderExcluir
  36. Entendo os dois lados da questão, do veterinário, que precisa sobreviver, e do proprietário (principalmente o mais carente), que quer cuidado para seu animal, mas não conta com um sistema público de atendimento veterinário (pelo menos não na maior parte do país)


    Mas uma percepção equivocada que vejo da parte dos veterinários neste país é esperar uma boa remuneração mensal trabalhando como veterinários... E quando falam em sobreviver, pagar contas, tudo é muito relativo, depende muito do padrão de vida que a pessoa tem... geralmente me dá a impressão que o veterinário médio no Brasil quer um padrão de vida estilo médico, ou advogado (profissões que tem uma demanda extremamente maior de serviços, inclusive do poder público). Acontece que a maioria esmagadora dos veterinários não atendem a mesma quantidade de pacientes/dia que médicos, não produzem na mesma proporção. Acaba se fazendo necessário aumentar o preço dos serviços para atender o padrão de vida desejado.

    Até aí tudo bem, cada um faz seu preço, quem concordar com o preço da consulta paga, quem não concordar vai em outra clínica. Mas aí que tá o pulo do gato. Em alguns casos, o preço da consulta é um embuste. Quase que invariavelmente se faz necessária a solicitação de exames, em grande parte terceirizados... e o que alguns veterinários fazem? Superfaturam os exames, cobram 100, 200% em cima do exame. E o proprietário acaba pagando 3x em um serviço que vale x. Apenas pequena parte deste valor que é cobrado a mais fica para custos operacionais de armazenamento de amostra, envio, solicitação do exame....

    Não é uma generalização. Com certeza há muitos veterinários que procuram ser mais honestos e transparentes com os proprietários, mas fica bastante difícil (ou impossível) para um proprietário identificá-los... isso acaba criando uma paranoia coletiva na população, de que veterinário é tudo mercenário (o que não é verdade.. não podemos generalizar de fato).

    No entanto, costumo dizer que ninguém no Brasil deve decidir fazer medicina veterinária se pretende ter um alto padrão de vida... a não ser que queira sair do país e trabalhar em país de primeiro mundo, em que a demanda e, consequentemente, a remuneração é mais alta. Em país de terceiro mundo, atendimento clínico de cães e gatos não é prioridade. Talvez faça mais sentido cursar medicina...

    Penso que existe um conflito de interesse muito grande quando se mistura o poder econômico com serviços de saúde... penso que serviços de saúde (tanto médicos quanto veterinários) deveriam ser todos públicos, para evitar este tipo de conflito.... mas sabemos como vai a nossa saúde pública né.. é tudo bastante complicado.

    No mais, a maior recomendação é realmente que se faça uma poupança para o pet. Serviços veterinários realmente custam, e realmente não podem ser feitos de graça pelo veterinário. Ao menos São Paulo (e em algumas outras cidades) há a alternativa de hospitais públicos para pessoas de baixa renda, o que já dá uma boa ajuda para proprietários que amam seus animais mas não tem condições de pagar um tratamento..

    ResponderExcluir
  37. adotou/comprou, é sua responsabilidade, se não puder arcar com os custos de ter um animal, não tenha. Não transfira para o médico veterinário, uma culpa que é pura e exclusivamente sua.
    Você não deixa de levar uma criança ao médico por não ter dinheiro. Se o tem como membro da família, trate como tal e cuide da saúde dele. Médico veterinário não a obrigação de pegar para si uma responsabilidade que é SUA!

    ResponderExcluir
  38. O que acontece é que o povo é folgado mesmo.
    Não tem dinheiro para o veterinário mas para o churrasco e a cerveja no final de semana tem..
    Aí vem com a história de que o vê como membro da família..
    Se o vê como membro da família, trate- o como tal. Ou você costuma deixar alguém da família sem atendimento, sem comprar medicamento por não ter dinheiro?
    Economize com as coisas supérfluas e arque com a responsabilidade que assumiu ao adotar um animal.
    Como nós comentários acima,
    adotou/comprou, é sua responsabilidade, se não puder arcar com os custos de ter um animal, não tenha. Não transfira para o médico veterinário, uma culpa que é pura e exclusivamente sua!

    ResponderExcluir
  39. Gostaria de fazer uma pergunta, eu caí em dois golpes de pessoas que disseram que iriam pagar o tratamento do meu gato, eu levei até a clínica, meu gato foi tratado e agora não tenho como pagar, estou tentando e fazendo de tudo, mas o veterinário pode manter meu gato lá e aumentando minha conta mesmo que eu não tenha como pagar?

    ResponderExcluir
  40. As clínicas veterinárias perderam a vergonha... você paga 200 ou 300 reais só pra respirar o ar do consultório! Paguei 280 reais numa consulta que não cobria nem a aferição da pressão. Ela olhou meu cão, escutou o coração por meio minuto e pronto, 280 reais! Loucura total. O jeito é cuidar em casa e dar amor e carinho até onde se pode.

    ResponderExcluir
  41. A verdade é que a maioria dos veterinários adoram um dono de animal rico, abrem aquele sorriso, carregam até o animal no colo. Vai um pobre levar um bichinho no consultório ou clínica pra ver a discriminação que sofre. A diferença é enorme sim e não deveria, pq se a pessoa com poucas condições está pagando tem que ter o mesmo tratamento. Mas o bom mesmo é aquele cliente que leva o animal sempre, que gasta bem. Sabemos que funciona muito assim, infelizmente. Não acho que o profissional tem que trabalhar de graça e nem se sacrificar para pagar o tratamento dos animais carentes, a não ser que possa ou queira arcar, mas todos sabemos que poderiam sim fazer preços mais justos e melhores condições de pagamento. Parcelamento em mais vezes, deixe a pessoa optar por pagar juros do cartão, mas a maioria, não todos, pq em tudo nesse vida sempre se salva alguns, só visam status e dinheiro.

    ResponderExcluir
  42. A verdade é que a maioria dos veterinários adoram um dono de animal rico, abrem aquele sorriso, carregam até o animal no colo. Vai um pobre levar um bichinho no consultório ou clínica pra ver a discriminação que sofre. A diferença é enorme sim e não deveria, pq se a pessoa com poucas condições está pagando tem que ter o mesmo tratamento. Mas o bom mesmo é aquele cliente que leva o animal sempre, que gasta bem. Sabemos que funciona muito assim, infelizmente. Não acho que o profissional tem que trabalhar de graça e nem se sacrificar para pagar o tratamento dos animais carentes, a não ser que possa ou queira arcar, mas todos sabemos que poderiam sim fazer preços mais justos e melhores condições de pagamento. Parcelamento em mais vezes, deixe a pessoa optar por pagar juros do cartão, mas a maioria, não todos, pq em tudo nesse vida sempre se salva alguns, só visam status e dinheiro.

    ResponderExcluir