terça-feira, 20 de dezembro de 2011

Operação expõe risco de cargas irregulares no RS

        O primeiro final de semana da Operação Verão no RS impediu que 1.912,2 quilos de carne, leite e derivados em condições sanitárias inadequadas chegassem aos consumidores do Litoral. O número já representa 3,4% do total apreendido nos três meses da edição 2010/2011, que foi de 55.482 quilos de produtos de origem animal, após 222 barreiras e 4.801 veículos vistoriados. Nas 14 barreiras realizadas desde quinta-feira, foram avaliados 621 veículos e emitidos 22 autos de infração e 15 autos de apreensão e inutilização. Além disso, 20 dos 158 animais fiscalizados estavam irregulares.

      Segundo o diretor do Departamento de Defesa Agropecuária (DDA) da Seapa, Eraldo Marques, após consecutivas edições, nota-se aumento da conscientização sobre os cuidados no transporte. Produtos clandestinos e transportados sob temperaturas inadequadas são as principais causas de apreensão. Sediadas em Capão da Canoa e Pelotas, duas equipes compostas por 23 veterinários e 29 técnicos administrativos atuam em rodízio nos litorais Norte e Sul. O roteiro ainda inclui vistorias em propriedades e estabelecimentos.

       Para 2012, a ideia é ampliar a operação para todo o Rio Grande do Sul e realizá-la durante o ano inteiro. Contudo, conforme Marques, serão necessárias novas contratações. Hoje, o DDA possui 1,6 mil funcionários, sendo apenas 300 veterinários. E a necessidade imediata é de, pelo menos, 60 profissionais. "Por isso, o projeto deve começar pelas regionais com mais gente, como Santa Maria, Estrela e Pelotas", explica. Ele acredita que as barreiras devam ser quinzenais e não pontuais como atualmente. 
 
Correio do Povo
Fonte: Citado por Agrolink

Nenhum comentário:

Postar um comentário