sábado, 10 de setembro de 2011

Autorização de cirurgia de risco e falta de prova absolve médico veterinário pela morte de cão.

Apesar da morte do animal, a autora do processo não demonstrou provas de culpa da clínica veterinária. Por outro lado, o demandante autorizou o procedimento ciente dos riscos. Alega que não houve sutura da bexiga na cirurgia de tratamento de cálculo renal. O Tribunal de Justiça do Rio Grande do Sul afastou a responsabilidade objetiva prevista no CDC da clínica (pessoa jurídica) com remessa a prova da culpa do profissional liberal. Nº. 700379497992010/cível.

Não está nos planos do veterinário processo judicial. Porém, algumas precauções são vitais na defesa processual, como a autorização do cliente para procedimentos de risco. As atividades veterinárias são de risco, e a prudência está em administrar minimamente estes perigos.

Nenhum comentário:

Postar um comentário